As mãos

Padrão

dsc_0374-copiamaos.jpg

As mãos

Com mãos se faz a paz se faz a guerra.
Com mãos tudo se faz e se desfaz.
Com mãos se faz o poema – e são de terra.
Com mãos se faz a guerra – e são a paz.

Com mãos se rasga o mar. Com mãos se lavra.
Não são de pedras estas casas, mas
de mãos. E estão no fruto e na palavra
as mãos que são o canto e são as armas.

E cravam-se no tempo como farpas
as mãos que vês nas coisas transformadas.
Folhas que vão no vento: verdes harpas.

De mãos é cada flor, cada cidade.
Ninguém pode vencer estas espadas:
nas tuas mãos começa a liberdade.

Manuel Alegre

One response »

  1. Lindo poema de Manuel Alegre.
    As mãos nos permitem tocar a pele do mundo e descobrir suas texturas, suas minúcias. Permitem incontáveis leituras a partir do texto básico que cada coisa nos conta. Permitem a aventura de criar sob o enfoque da nossa história, da nossa perspectiva, da nossa singularidade. Também por isso, às vezes, aprecio demoradamente as minhas mãos. Não, não é um gesto narcísico, longe disso. É pura reverência, gratidão, a esse pedaço de terra do corpo capaz de cultivar tantas e variadas sementes e trabalhar pelo seu florescimento.
    Linda, também, a idéia do blog, Adriana! Que pelas suas mãos, que a ajudam a fotografar e a alimentar esse espaço, sobretudo com imagens, a gente possa se beneficiar com a sensibilidade que permeia o projeto. Precisamos, cada vez mais, de iniciativas ligadas à arte nesse nosso mundo. Nesse nosso tempo. E você pode ajudar muito também nisso.
    Parabéns! Continue!
    Um beijo,
    Ana

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s