Arte circense

Padrão

Hoje tem goiabada? Tem sim senhor!…

Arte circense

Antigamente, no Brasil, quando o circo chegava às cidades, as crianças cantavam nas ruas: “Hoje tem goiabada? Tem sim senhor! Hoje tem marmelada? Tem sim senhor! O palhaço o que é? É ladrão de mulher!”

One response »

  1. Essa cantoria é mesmo bem a cara da chegada do circo nos meus tempos de criança, logo ali…

    Ao abrir esse baú, lembrei que a minha geração, no Brasil, teve um ícone no segmento dos palhaços populares na mídia, o Carequinha. Ele morreu no ano passado e sua morte mexeu na memória afetiva circense de outros, digamos, jovens da casa dos 40, como eu…

    Li no site da Wikipédia que, durante anos, o artista expressou publicamente sua intenção de ser enterrado com a cara pintada – segundo ele, para “alegrar os mortos”. Desejo que não foi atendido pela família, que exigiu que ele fosse enterrado com a cara limpa, mas permitiu que fosse sepultado vestindo uma roupa de palhaço.

    Quanto aos mortos, eu não sei, mas os vivos, contemporâneos, ele alegrou bastante. Ele, Topo Gigio, Capitão Asa, a turma do Vila Sésamo, para citar alguns.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s